água

Tratamento de Água

Água tratada para Ouro Preto

A água é fonte da vida. Um recurso natural essencial que está presente no nosso dia a dia desde o consumo para nossa hidratação a atividades simples como preparar alimentos, lavar roupas, fazer a higiene pessoal, entre outras atividades. Por esse motivo, é indispensável conscientizar todos sobre a importância da preservação e uso consciente e sustentável da água.

 

Uma das estratégias que contribui para o desenvolvimento sustentável e a preservação da água é o trabalho realizado pela SANEOURO nas Estações de Tratamento de Água (E.T.A.s). Por meio de um conjunto de procedimentos físicos, químicos e biológicos, é possível tratar a água captada nos diversos mananciais disponíveis no município.

O processo de tratamento de água é capaz de eliminar impurezas prevenindo de contaminação e possíveis agentes infecciosos. É importante destacar que as E.T.A.s trabalham, diariamente, com análise da água em todos os seus processos, para verificar se há a presença de contaminantes, poluentes e demais substâncias que possam ser nocivas aos seres humanos. Desse modo, a água chega em condições seguras de consumo para toda a população.

Estações de Tratamento de Água (E.T.A.)

 

A SANEOURO possui seis Estações de Tratamento de Água (E.T.A.) localizadas nos bairros: Itacolomi, Jardim Botânico, Vila Alegre, Amarantina, Antônio Pereira e Funil. Todas operam com os sistemas das etapas de coagulação, floculação, decantação, filtração e desinfecção.

E.T.A

ITACOLOMI

E.T.A

JD. BOTÂNICO

E.T.A

VILA ALEGRE

E.T.A

AMARANTINA

E.T.A

ANTÔNIO PEREIRA

E.T.A

FUNIL

Principal estação de Ouro Preto, com capacidade nominal de 50 litros por segundo. Atende os bairros: Alto das Dores, Santa Cruz, Santa Efigênia, Padre Faria, Nossa Senhora do Carmo, Bauxita, Vila Operária, Vila dos Engenheiros, Jardim Itacolomi, Lagoa, Vila Aparecida, Novo Horizonte e parte do bairro Antônio Dias,

 

Abastecida pelo Passa Dez, a estação tem capacidade de produção de 50 litros por segundo. Atende os bairros: Jardim Alvorada, Cabeças, Nossa Senhora de Lourdes, São Cristóvão, São Francisco, Antônio Dias, parte do Centro Histórico, Alto da Cruz, Piedade, Taquaral, Morro Santana, Morro da Queimada, Morro São João e Morro São Sebastião.

 

Inaugurada em 1982, a estação é a mais antiga de Outro Preto e está localizada no distrito de Cachoeira do Campo com capacidade de produção de 6 litros por segundo. Atende os bairros: Centro, Santa Luzia, Aldebaran, Sacramento, São José, Vila alegre, São Francisco, Açude. A sua disponibilidade hídrica diminui muito nos últimos anos. Antes era responsável pelo abastecimento de aproximadamente 20% da área urbana do distrito e hoje atende apenas cerca de 4,5%.

 

Inaugurada em outubro de 2011, a estação capta água do Córrego do Riacho, com operação produtiva de 14,4 litros por segundos.O abastecimento abrange o distrito de Amarantina e o subdistrito Maracujá.

 

Em operação desde 2009, com capacidade produtiva de 14,5 litros por segundo. Atualmente a água que passa pelo sistema da Estação é proveniente do poço profundo colocado em operação pela SANEOURO. Atende grande parte da área urbana de Antônio Pereira, com exceção do Residencial Vila Samarco.

 

 

Com capacidade de produção de 60 litros por segundos, a estação é abastecida pelo manancial Ribeirão Funil e está localizada no distrito de Cachoeira do Campo, responsável pelo abastecimento de aproximadamente 85% do distrito. Atende também Santo Antônio do Leite e Glaura, e os subdistritos Maracujá e Coelhos.

Loja | Ouro Preto

Av. Juscelino Kubitscheck, 717 | loja 3 | Vila Itacolomi.

Telefone: 55+ 31 3350-5152 

saneouro@gsinima.com.br

  • Saneuro
  • Saneuro
  • Saneuro