Parque da Lagoa tem abastecimento regularizado


O fornecimento de água no Parque da Lagoa foi um dos grandes desafios da SANEOURO desde que a concessionária assumiu os serviços de água e esgoto em Ouro Preto, em janeiro deste ano. Após um trabalho intenso e dedicado, desde o início de setembro o abastecimento está regularizado para todo bairro.



A dificuldade de municiamento no Parque da Lagoa era antiga e com as intervenções da concessionária os moradores agora recebem água com frequência. “Sou morador há cinco anos do bairro e já chegamos a ficar semanas sem abastecimento, isso desde a antiga gestão. Agora, na verdade melhorou muito, pois temos abastecimento todos os dias, sem alternância”, pontua Jhonny Dias do Santos, morador da Rua C. “No início do ano tivemos muitos problemas sim, ficando vários dias sem água. Mas nas últimas semanas melhorou muito, pois agora recebemos água com regularidade e esperamos que continue assim”, reforça Juliana Ansaloni, moradora da Rua D há um ano e oito meses.




Já o morador Silvestre Leão da Silva, residente na Rua E há dois anos, diz que depois de todas as intervenções o abastecimento melhorou em 89 %. “Antes também faltava, esse ano foi mais complicado no início, mas agora está bem melhor comparado a qualquer outro momento”, destaca. “Há um ano eu moro aqui e desde que mudei eu sofria com a falta d’água. Para mim melhorou agora, depois das obras da SANEOURO. Há quase um mês não temos mais problemas com falta d’água. Estamos satisfeitos e que assim continue”, comemora Magda de Lima Cruz, moradora da Rua E.



Alguns fatores prejudicavam o fornecimento de água, como o local que o reservatório do bairro foi instalado. “As residências que estão mais próximas ao reservatório eram as que tinham maior dificuldade de receber água pela rede, pois mesmo sendo moderno, o reservatório não é funcional devido ao local onde foi implantado”, explica Lucilo Fernandes da Silva, supervisor de manutenção de redes. “Nós realizamos diversos trabalhos de melhorias para o bairro e no dia 10 de setembro fizemos uma interligação de redes e a água chega direto nas caixas d’água dos clientes”, complementa o supervisor.




“As nossas ações são planejadas e avaliadas por um corpo técnico. Estamos empenhados, trabalhando para resolver a dificuldade de abastecimento em todo Município. Mas não podemos esquecer que esse é um momento delicado e precisamos da colaboração de toda população. A dificuldade de fornecimento de água foi agravada pelo período de seca, aliada ao consumo acentuado devido a altas temperaturas e também a pandemia. Por isso, sempre reforçamos que é uma responsabilidade de todos fazer uso consciente da água, adotando hábitos sustentáveis”, salienta a superintendente da Saneouro, Elisa Ribeiro.





Ações para a região de Cachoeira do Campo


A SANEOURO contratou uma empresa parceira, a Allevant: Engenharia e Educação para de sistemas urbanos, que fez um estudo sistemático das redes de abastecimento do Funil, que municia os distritos de Cachoeira do Campo, Santo Antônio do Leite, Amarantina e Glaura, e dos subdistritos Maracujá e Coelhos. A partir deste levantamento, a concessionária elabora projetos de melhorias para abastecer toda região. Em andamento está a perfuração do poço artesiano na captação da Cascata. Com essa ampliação da produção de água, o abastecimento dessa região de dependente do Sistema do Funil. O projeto está em avaliação pela CEMIG para estudo de viabilidade de extensão de rede de energia elétrica. Paralelo a isso, o processo de licença de perfuração junto ao Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) também já foi iniciado.





Loja | Ouro Preto

Av. Juscelino Kubitscheck, 717 | loja 3 | Vila Itacolomi.

Telefone: 55+ 31 3350-5152 

saneouro@gsinima.com.br

  • Saneuro
  • Saneuro
  • Saneuro